Sustentabilidade Ambiental

Sustentabilidade Ambiental


A Estação Náutica de Espinho, assume o compromisso Municipal da sustentabilidade ambiental e do comprometimento com as metas estabelecidas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, das Nações Unidas. 

A sustentabilidade ambiental, no contexto local, é assegurada pela relação dicotómica entre os indivíduos e os recursos naturais. Neste sentido, a dimensão ambiental e a dimensão cultural e identitária de Espinho, estabelecem uma relação de equilíbrio que tem por objetivo, criar valor e promover o desenvolvimento económico sustentável da região. 

Neste contexto, as atividades ligadas ao mar e à natureza permitem um conjunto de novas práticas, potenciadoras de ações empreendedoras, entre elas o turismo de natureza e o turismo náutico.  

O desenvolvimento económico da região, alavancado pelo surgimento de atividades económicas associadas ao setor do turismo náutico, tem beneficiado das ações realizadas pelo Município, no quadro das práticas de proteção da zona costeira, de qualificação das praias e envolvente, e pela aposta na sensibilização da comunidade escolar para a literacia azul. 

São exemplo disso, as ações e projetos desenvolvidos ao longo do ano, com o intuito de sensibilizar a população, para as práticas ambientais sustentáveis. 
  • ExpressAR-TE - do lixo a Arte! — Projeto anual que estabelece a ligação entre a Arte e o Ambiente, e o modo como a mesma pode ser um recurso criativo e não agressivo da reflexão de problemáticas relacionadas com o impacto ambiental (mais informações).
  • Goby em Espinho — Projeto mundial, onde a principal motivação transmitida, principalmente nas redes sociais, é ser replicado localmente (mais informações). 
  • "Mar Pedagógico — inclusão é a condição” —  Projeto educativo inclusivo, em parceria com a Escola Sá Couto, do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira intitulado, integrado no Plano Nacional das Artes (mais informações).