Companha – embarcação “Rita e Carolina”

Companha – embarcação “Rita e Carolina”
Praia dos Pescadores 41°00'07.0"N 8°38'45.9"W

Descrição

Adelino Ribeiro, com 67 anos, é o proprietário de uma das duas companhas (RITA  e CAROLINA) e tem como a sua atividade principal o comércio do peixe, desde 1977.  

Há 21 anos, arrojou-se e, "por brincadeira”, passou de comerciante a pescador. A mãe e a sogra já se dedicavam à venda de peixe e isso inspirou-o a entrar no negócio da arte xávega, que em tempos idos era lucrativo.  

Os seus filhos têm os seus trabalhos e só admitem, um dia, pegar na arte xávega no âmbito de um projeto turístico.

"Na altura havia quatro companhas e comprei-a ao Zé Nuxa. Desde sempre gostei deste ambiente e da pesca da arte xávega e sempre estive ligado ao comércio do peixe.  Achei, também, que com esta companha seria uma mais-valia para a minha atividade principal.  Muitas vezes dizia que um dia compraria uma companha e, assim, não teria de comprar peixe a ninguém”, contou Adelino Ribeiro como tudo começou. 

O investimento numa companha é elevado e deverá rondar os 100 mil euros. Há um conjunto de encargos inerentes, nomeadamente seguros que são muito dispendiosos. 

 "É importante ter-se um bom seguro porque esta é uma atividade de risco para os pescadores”, acrescenta.